Rio de Janeiro

Voltar

E Quando o Coronavírus Chegar às Nossas Favelas?

21/03/2020 - 18:21

Os especialistas de todo o mundo dizem que para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, é evitar as aglomerações. Mas, o que acontece com aqueles que vivem no meio de uma aglomeração? O próprio IBGE classifica essas áreas das cidades como “aglomerados subnormais”.

Infelizmente a grande maioria dos que moram em comunidades, vivem somente em um cômodo, não possuem o privilégio de terem quartos para se isolarem. A minha preocupação ainda aumenta em pensar nos mototaxistas, que compartilham os seus capacetes e ficam literalmente colados com seus passageiros, nos transportes como Vans, Cabritinhos que são os três meios de transportes mais utilizados pela população das comunidades.

Fico indignada em ver que ainda são muito pequenas as ações de conscientização nas nossas comunidades, pedem para ficar em casa em caso de sintomas, mas não lembram de que a grande maioria trabalha e precisa de atestados médicos para que não percam os seus empregos.

As vezes acho que estão esquecendo dos mais pobres ,que estão achando que o vírus só é privilégio dos mais ricos. Todos os Bairros deveriam ter uma unidade de saúde como ponto de referência para aqueles que estejam com sintomas, assim os profissionais de saúde estariam devidamente preparados, protegidos para receber a população que busca atendimento e assim poderiam ser atestados do afastamento ao trabalho por médicos.

O Prefeito fechou as escolas, mas estranhamente liberou o “almoço” , sendo que seria muito mais inteligente e prudente oferecer cestas básicas para os mais carentes , para os que por exemplo já sejam cadastrados no bolsa família .

Não vejo ação de distribuição gratuita de máscaras e álcool em gel, só vejo pedindo para evitar isso e aquilo, para ficarem em casa, mas estão esquecendo que a grande maioria da sociedade do Rio de Janeiro, vive em comunidades!

Que as ONGS, líderes comunitários, voluntários, façam a sua parte para que os mais pobres não paguem o preço de tanta insensibilidade!

 

Carla Pereira

Vice Presidente da Associação de Mulheres da Ilha do Governador

Ex Presidente da Juventude do Movimento Democrático Brasileiro da Cidade do Rio de Janeiro

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.



Deixe um comentário

O seu e-mail nunca vai ser publicado. Campos obrigatórios *

*
*