Voltar

Você ainda escreve cartas à mão?

13/10/2015 - 14:59

Em um dos
trechos da correspondência Dionízio destaca: “sou simpatizante e entusiasta das
ações da Fundação Ulysses Guimarães e da doutrina do PMDB”.

Quando foi a última vez que você
escreveu uma carta? Não estamos falando de mensagens trocadas por e-mail ou em
redes sociais. Mas daquela correspondência escrita à mão, com caneta, em folhas
de papel e letra de forma? Para nosso aluno Dionízio Ferreira da Silva, a
última carta foi escrita há algumas semanas.

Morador de Missão Velha, no Ceará, a
correspondência percorreu mais de 3 mil quilômetros para chegar ao seu destino
em Porto Alegre, Rio Grande do Sul – sede do Programa de Formação Política da
Fundação Ulysses Guimarães.

“Aqui na região os sinais de
telefonia e internet são muito ruins. Temos recursos no município mais próximo,
que é Juazeiro do Norte. Aqui em Missão Velha, o jeito é nos comunicarmos por
carta”, conta Dionízio.

Em um dos trechos da correspondência,
Dionízio destaca: “sou simpatizante e entusiasta das ações da Fundação Ulysses
Guimarães e da doutrina do PMDB”.

Empoderar pessoas: uma das missões da
Fundação Ulysses

Dar e vez e voz aos cidadãos de todos
os cantos do Brasil: esse tem sido o papel do Programa de Formação Política da
Fundação Ulysses Guimarães. Para isso, a FundUlysses oferece seus canais de
comunicação, sejam eles e-mail, redes sociais ou correspondências via Correios.
O objetivo é o de empoderar as pessoas por todo o país. Quer entrar em contato
conosco? Então conheça nossos endereços:

Facebook/Programadeformacaopolitica

Twitter/EAD_FUG

Instagram/Programadeformacao

-E-mail: [email protected]

-Endereço: Rua Conde de Porto Alegre,
nº 4, Porto Alegre/RS –bairro São Geraldo. CEP: 90220-210.

Os números de correspondências no
Brasil

Em 2013, a Empresa Brasileira de
Correios e Telégrafos registrou 186 milhões de postagens de cartas desse tipo.
O número caiu para 131 milhões em 2014. Enquanto isso, foram postadas 6,723
bilhões de cartas comerciais em 2013 e 6,869 bilhões em 2014.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.



Deixe um comentário

O seu e-mail nunca vai ser publicado. Campos obrigatórios *

*
*