Voltar

Os desafios da construção de um plano de Governo Resolutivo

08/10/2021 - 09:28

A “Construção de um Plano de Governo”, palestra onde os presidentes das filiais e colaboradores puderam conhecer as etapas e a necessidade do debate com a comunidade, foi apresentada pelo presidente nacional da FUG, Alceu Moreira, e pelo economista Gustavo Grisa.

“O estado não olha para as pessoas. Ele está atrás de um muro. A demanda coletiva deve ser respondida pelo estado, independente da infraestrutura”, assim iniciou Alceu Moreira.

Para ele, o MDB precisa começar a ouvir as pessoas, diagnosticar as causas e as consequências dos problemas daquela região. “Precisamos realizar encontros, ouvir as pessoas, deixar que elas expressem suas demandas e diagnosticar as causas”, disse.

O grande desafio dessa construção de um plano de governo é tornar o estado um facilitador de negócios, com vistas ao desenvolvimento regional e o empreendedorismo. “Precisamos romper as barreiras na construção do plano de governo, furar a bolha. O plano deve ser construído pelas pessoas que conhecem as demandas e terão o pode de decisão”, observou.

“O orçamento deveria ser a expressão política da realidade social em números”, assim Moreira resume como os orçamentos deveriam funcionar com qualidade e responsabilidade.

O economista Gustavo Grisa explicou o passo a passo da construção de um plano, que deve ouvir a todos, por meio de uma análise cuidadosa da conjuntura e do momento histórico do Estado, com a visão dos recursos disponíveis. E apontando soluções para o Estado em consonância com as últimas tendências nacionais em gestão e inovação pública, evoluções de legislação e no estilo de liderança política.

Grisa apresentou como exemplo, os debates que já estão acontecendo no Rio Grande do Sul – Caminhos do Rio Grande – que foram divididos em 8 encontros macrorregionais, que será derivado em Comitês nas 33 coordenadorias regionais para formular prioridades e realidades regionais, ampliando a maior participação da sociedade. Também será realizada Pesquisa online para direcionamento temático junto a filiados e, por fim, um Congresso do MDB-RS (dezembro) com a apresentação do Documento síntese de todo o processo.

Para ele, uma Governança Resolutiva deverá ser aquela que com maior capacidade de priorização, em um menor tempo de execução e custo social do tempo, com mais resolutividade e objetividade e mais respostas do Estado como executor ou indutor.

Thatiana Souza – Assessoria de Comunicação FUG Nacional

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.



Deixe um comentário

O seu e-mail nunca vai ser publicado. Campos obrigatórios *

*
*