Voltar

FUG formula novo planejamento estratégico

25/06/2021 - 19:53

Um grupo de técnicos está desenvolvendo o novo planejamento estratégico da Fundação Ulysses Guimarães (FUG), considerando ações que serão desenvolvidas a curto, médio e longo prazo em uma das maiores entidades do país no segmento de projetos de pesquisa aplicada, doutrinação programática e educação política para o exercício da cidadania. Uma das principais premissas do projeto “FUG do Futuro” é ouvir o maior número possível de pessoas acerca das expectativas e objetivos para a Fundação nos próximos anos, a fim de realizar uma construção coletiva.

“A ideia desse planejamento é escutar a todos, sem esquecer ninguém. Precisamos construir esse planejamento por meio de um processo plural e democrático”, afirmou o presidente nacional da FUG, deputado Alceu Moreira.

Nesta semana, foram realizadas reuniões com a Diretoria Administrativa, Conselho Curador e Conselho Editorial da FUG.

As novas demandas sociais e políticas geradas por uma sociedade em constante transformação são a principal motivação para uma grande atualização na linha de atuação da Fundação Ulysses Guimarães. A apatia política que foi comum no Brasil durante muitos anos acabou sendo substituída por uma polarização que prejudica o desenvolvimento do país. Nesse sentido, a Fundação Ulysses Guimarães tem a importante missão de devolver o equilíbrio para o debate, primando por um posicionamento de Centro que constrói consensos e busca convergências.

“O planejamento estratégico é como se fosse o nosso GPS, que indica o destino em que a FUG quer chegar e quais serão os caminhos que serão percorridos para que esses objetivos sejam alcançados”, destacou Yuri Ribeiro, um dos técnicos responsável pela elaboração do documento.

Assessoria de Comunicação FUG Nacional

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.



Deixe um comentário

O seu e-mail nunca vai ser publicado. Campos obrigatórios *

*
*