Voltar

FUG dará todo suporte de formulação política para candidatura de Simone Tebet

09/12/2021 - 01:04

A Executiva Nacional do MDB oficializou a pré-candidatura da senadora Simone Tebet à Presidência da República. A reunião que decidiu pelo nome da senadora aconteceu em Brasília, no último dia 08, e contou com a participação de senadores, deputados federais e estaduais, presidentes dos diretórios estaduais, governadores, prefeitos, vereadores, diretoria da FUG e militantes.

“Hoje nós estamos aqui com coragem para apresentar uma nova esperança para o Brasil. A Simone Tebet dispensa apresentação. A Simone, mulher, mãe, família, professora, advogada, prefeita reeleita do seu município, deputada estadual, vice-governadora do Mato Grosso do Sul, presidente da CCJ, líder da bancada feminina. A Simone coragem na CPI da Covid defendendo a vida e defendendo o povo brasileiro. Esta é a esperança que nós temos para o nosso País”, afirmou o deputado federal Baleia Rossi, presidente nacional do MDB.

O presidente nacional da FUG, deputado Alceu Moreira, disse que a “FUG dará toda a possibilidade de formulação política, toda construção do pensamento de centro para trajetória da senadora Simone ruma à Presidência da República”.

“Missão não se escolhe, se cumpre. Essa missão tem um clamor: o clamor da urgência, porque nosso povo, o povo brasileiro, está morrendo de fome. Depois de centenas de milhares de brasileiros terem morrido por uma saúde pública omissa, insensível e negacionista”, disse Simone Tebet ao agradecer a mais honrosa e a maior missão da sua vida: ser pré-candidata à presidência da República do Brasil.

“Fomos construindo através do diálogo, ouvindo as ruas, conversando com os movimentos e com os núcleos. E chegamos a conclusão de que não só estou pronta, mas temos condições de sermos no futuro o próximo ou a próxima Presidente da República. Aceito ser pré-candidata pelo MDB, porque hoje é a história que convoca novamente o MDB a agir”, afirmou.

Em seu discurso, Simone também defendeu políticas públicas para uma educação de qualidade e a geração de empregos e renda.

“O país que queremos é de uma educação pública de qualidade, que garanta igualdade de oportunidade ao filho do mais humilde no mesmo nível da oportunidade do filho mais rico.  Uma educação que valorize o professor. Inclusão digital tem que passar a ser direito fundamental da Constituição. O Brasil que queremos é do emprego e da geração de renda, que dá dignidade e cidadania ao pai de família. O Brasil que queremos é o Brasil do SUS devidamente financiado, para que possa garantir a todos que precisam não só a gratuidade, mas a qualidade do serviço público. O Brasil que queremos é o país que tem o mapa do desenvolvimento. Nossa prioridade número um é a fome”, argumentou.

Thatiana Souza e Sâmia Collodetti – Assessoria de Comunicação FUG nacional

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.



Deixe um comentário

O seu e-mail nunca vai ser publicado. Campos obrigatórios *

*
*