Voltar

Câmara dos Deputados e FUG homenageiam Ulysses Guimarães

07/10/2019 - 16:30

         A Câmara dos Deputados homenageou nesta segunda-feira (7), em Sessão Solene, o político Ulysses Guimarães (1916-1992), por ocasião dos 103 anos de seu nascimento, em um 6 de outubro, em Itirapina (SP).

Também foi inaugurada nesta segunda uma escultura com 1,80 m de altura de Ulysses acenando ao horizonte, na entrada do Plenário, que já leva seu nome. A obra, em bronze, é do artista Clauberto dos Santos e foi doada à Câmara pela Fundação Ulysses Guimarães, centro de estudos e pesquisas do MDB.

Presidente da Câmara por duas vezes, inclusive durante a Assembleia Constituinte que elaborou a Constituição de 1988 – “Constituição Cidadã”, Ulysses cumpriu 11 mandatos seguidos na Casa. Foi ainda um dos principais líderes nas campanhas pela redemocratização do País, nos anos 80, e candidato à presidência da República em 1989, pelo então PMDB.

Diversos políticos participaram da sessão solene e, em suas falas, ressaltaram qualidades de Dr. Ulysses, como era conhecido. Participaram o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); o presidente do MDB Nacional e líder do partido na Câmara, deputado Baleia Rossi (SP); representado o Conselho Curador da Fundação Ulysses Guimarães, o senador Romero Jucá; representando a Direção Executiva Nacional da FUG, o secretário executivo João Henrique Sousa; o ex-presidente da República entre 1985 e 1990, José Sarney; o líder do MDB no Senado, senador Eduardo Braga (AM); o deputado constituinte, Mauro Benevides; o secretário de Gestão da FUG, Chico Donato; o deputado estadual e 1º secretário do MDB Nacional, Gabriel Souza; a presidente do MDB Mulher, Fátima Pelaes; o presidente da JMDB, Francisco Assis; entre outros senadores , deputados e lideranças políticas do MDB.

Nas palavras do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Ulysses foi dos personagens mais importantes da política nacional no século 20, tornando-se símbolo do Parlamento por sua atuação decisiva em períodos difíceis da história brasileira.

“Em diversos momentos de crise, ele colocou-se a serviço da Nação, desempenhando, por exemplo, os papéis de líder da oposição ao governo militar, de Senhor Diretas Já e de grande responsável pela elaboração da Constituição de 88”, listou Maia. Para ele, a obra maior de Ulysses é a Constituição Cidadã, “magnífico documento de liberdade, dignidade e justiça social”.

Eleito presidente do MDB, o deputado Baleia Rossi, que sugeriu a homenagem, destacou que Ulysses Guimarães teve a coragem de enfrentar o regime militar. “O Dr. Ulysses, na sua coragem, enfrentou o sistema e conseguiu plantar uma semente da democracia desde lá atrás. Em 1984, o Dr. Ulysses comandou talvez a maior manifestação popular desse País, que foi o movimento das Diretas Já. Com muita serenidade, tentando pacificar o País, que estava dividido”, afirmou.

Para Baleia Rossi, a estátua de Ulysses inaugurada nesta segunda será um marco para quem visitar a Câmara. “Uma estátua tão bonita, tão representativa do nosso Ulysses Guimarães”, elogiou.

Arte da negociação

O senador Eduardo Braga declarou que Ulysses sempre foi movido pela paixão e dominava como poucos a arte do diálogo e da negociação. Já José Sarney disse que “ninguém, mais do que Ulysses Guimarães, viveu o espírito do Congresso e da Câmara dos Deputados”.

Presidente do MDB Mulher, a ex-deputada Fátima Pelaes destacou o casamento de Ulysses com Dona Mora. “Dr. Ulysses era bastante reservado com sua vida pessoal, discrição que era motivo de orgulho para Dona Mora”, afirmou Pelaes.

Ulysses Guimarães morreu em 12 de outubro de 1992 em um acidente de helicóptero no litoral sul do Rio de Janeiro, juntamente com Dona Mora. O corpo de Ulysses nunca foi encontrado.

 

 

Fonte: Thatiana Souza (Assessoria de Comunicação FUG Nacional) com informações da Ag. Câmara

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.



Deixe um comentário

O seu e-mail nunca vai ser publicado. Campos obrigatórios *

*
*